RIO DE JANEIRO - Policiais civis de nove delegacias da Baixada Fluminense fizeram, na manhã dete domingo, uma operação para reprimir o comércio de animais silvestres na Feira do Centro de Duque de Caxias. Segundo o titular da delegacia do município, Fabio Pacifico Marques, dez pessoas foram detidas por suspeita de venderem esses animais.

Os policiais também apreenderam cerca de 140 pássaros, entre eles dois papagaios e cinco tucanos, além de nove tartarugas e um lagarto. O delegado explicou que eles serão encaminhados para o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) para identificação.

A feira de Caxias é muito grande. Nós pegamos 10% ou menos do que tinha na feira, disse Pacífico. Os presos prestarão depoimento e serão soltos depois de assinar um termo de compromisso com a polícia.

O delegado de Duque de Caxias, Fabio Pacífico, explicou que o trabalho de repressão vai continuar a ser feito na feira. Ele disse ainda que será feita uma investigação para identificar os responsáveis pela captura e pelo fornecimento desses animais para os vendedores da feira, já que, segundo Pacífico, grande parte dessas espécies não são capturadas na área de Caxias.

Leia mais sobre: comércio ilegal

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.