A Polícia Federal, com a ajuda da 25ª Promotoria Criminal, voltada para o combate aos crimes contra crianças e adolescentes, prenderam hoje, no Rio, o americano Enneth Andrew Craig, de 40 anos, há sete anos residindo no Brasil, desde que fugiu dos Estados Unidos, onde já foi condenado e responde a diversos processos por crimes de abuso sexual contra menores. Em 1999, já em liberdade condicional, ele fugiu para o Brasil.

Craig dava aulas de inglês no Rio e fixou residência em Botafogo, zona sul, há cerca de seis anos. Apesar de seu nome estar na lista dos 25 mais procurados pela Justiça norte-americana, a polícia do Rio não tinha informações sobre a sua presença no Brasil. Segundo a promotora Ana Lúcia Melo, foi a embaixada dos EUA que alertou as autoridades brasileiras. Para conseguir prendê-lo, policiais seguiram seus pais, que vieram ao Brasil vê-lo. Na manhã de hoje, Craig foi preso ao visitá-los no Leblon, na zona sul da cidade.

Sua prisão estava respaldada em mandado expedido pelo Supremo Tribunal Federal (STF), atendendo a um pedido de extradição pedido pelo governo americano. Com mandado expedido pela 29ª Vara Criminal Estadual, policiais federais realizaram busca no apartamento dele em Botafogo, onde apreenderam um computador e diversos CDs com fotos.

As autoridades brasileiras ainda não sabem da existência de vítimas do americano no Brasil. Ele foi encaminhado para o Presídio Ari Franco, no bairro de Água Santa, zona norte do Rio, onde aguardará o julgamento pelo STF do processo de extradição para os Estados Unidos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.