Polícia devolve joias de US$ 1,4 milhão a Rihanna

LOS ANGELES (Reuters) - A polícia de Los Angeles aceitou devolver as joias de 1,4 milhão de dólares que a cantora Rihanna usava na noite em que foi supostamente agredida pelo seu namorado, o cantor Chris Brown, disse na quarta-feira um advogado de Rihanna. O brinco e os três anéis que Rihanna usava estavam emprestados à intérprete de Umbrella, que horas antes da suposta agressão, em 8 de fevereiro, havia ido com Brown a uma festa preparatória do Grammy, prêmio que seria entregue no dia seguinte. As joias foram recolhidas pela polícia como indícios para as investigações.

Reuters |

Os joalheiros pediram a devolução das peças, e o advogado Donald Ehre afirmou ao juiz de Los Angeles numa audiência sobre o caso que a polícia irá fotografar as joias antes de devolvê-las.

Brown é acusado de agredir a namorada dentro de um carro alugado quando o casal voltava da festa. Ele não foi ao tribunal na quarta-feira --está livre sob fiança enquanto aguarda o possível julgamento, no mês que vem. O cantor pode ser condenado a até cinco anos de prisão.

(Reportagem de Jill Serjeant)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG