RIO DE JANEIRO - Treze pessoas suspeitas de integrar uma quadrilha de clonagem de cartões de crédito foram presas nesta quarta-feira por agentes do Núcleo de Combate à Lavagem de Dinheiro e Corrupção da Polícia Civil, com o apoio da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core). Os acusados foram detidos nos municípios do Rio de Janeiro, Niterói, Magé e Rio das Ostras.

Os integrantes da quadrilha se identificavam como funcionários de empresas de cartão de crédito em estabelecimentos comerciais do Rio, de São Paulo e do Espírito Santo.

Sob o pretexto de fazer a atualização das máquinas, eles as trocavam por equipamentos idênticos, mas com programação para gravar todos os dados do cartão de crédito dos clientes. Com os números e senhas dos cartões, eles compravam produtos que revendiam pela metade do preço a terceiros.

Foram apreendidos cinco computadores portáteis, duas pistolas e munição, além de R$ 3 mil em dinheiro e de um equipamento de clonagem de cartões de crédito.

Um suspeito de fazer parte da quadrilha, que está sendo investigada há um ano, ainda está foragido.

Leia mais sobre: clonagem de cartões

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.