A Polícia Civil de Jundiaí (SP) descobriu que um homem, preso em Cabreúva, a 76 quilômetros de São Paulo, por porte ilegal de arma e tráfico de entorpecentes, em agosto deste ano, é acusado de matar três pessoas de uma mesma família, na Bahia, em 2006. O motivo da chacina teria sido uma desavença envolvendo divisão de terras.

O suspeito, de 23 anos, foi preso em flagrante em 11 de agosto deste ano e levado para a Cadeia Pública de Jundiaí. Durante investigações a polícia descobriu que suspeito era foragido da cidade de Itapicuru, na Bahia, e que ele teria matado o irmão, a cunhada e a sobrinha de um de seus inimigos, em fevereiro de 2006.

O detido será julgado pelos crimes de tráfico de entorpecentes, porte ilegal de arma e pela morte de três pessoas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.