Polícia de SP faz hoje prova para soldado temporário

A Polícia Militar de São Paulo realiza na tarde deste domingo a prova de escolaridade para o concurso de Serviço Auxiliar Voluntário, que visa preencher 2.682 vagas de soldado temporário da Polícia Militar.

Agência Estado |

Segundo dados da Secretaria de Segurança Pública, 18.215 pessoas fazem a prova em todo o Estado, ou 6,79 candidatos por vaga.

O Serviço Auxiliar Voluntário foi criado por lei federal em 2000 e tem por finalidade a execução de atividades administrativas, de saúde e de defesa civil. Embora sujeitos às normas da Polícia Militar, os aprovados não têm permissão de portar ou usar armas de fogo em vias públicas, nem podem exercer poder de polícia. Segundo a lei, o serviço tem por objetivo "proporcionar a ocupação, qualificação profissional e renda aos jovens, contribuindo para evitar o seu envolvimento em atividades antissociais".

Para este concurso em São Paulo, os requisitos são ter entre 18 e 23 anos e conclusão do ensino fundamental ou equivalente. O prazo do serviço temporário é de um ano, prorrogável por mais um período. Os ganhos para o cargo são de dois salários mínimos estaduais, que equivalem hoje a R$ 1.060.

Segundo a SSP, ainda será realizada uma prova de condicionamento físico e uma investigação social, "para analisar se a vida atual dos candidatos é compatível com o perfil desejado para a Polícia Militar". A quarta e última fase da seleção é uma análise de documentos que comprovem a condição do candidato à vaga.

Os candidatos deverão acessar o site da Vunesp (www.vunesp.com.br) para consultar o local de prova, assim como o número da sala e horário de fechamento dos portões. Caso o nome do candidato não esteja no Edital de Convocação, o número para esclarecimentos e resolução de possíveis problemas, é (0xx11) 3874-6500.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG