Polícia de Sorocaba ouvirá familiares de Fleury amanhã

Os familiares do advogado Paulo Fernando Coelho Fleury, que matou o filho Paulo Fernando Coelho Fleury Filho e depois se suicidou na noite deste sábado, serão ouvidos pela Polícia Civil somente amanhã, segunda-feira. Segundo a polícia de Sorocaba, os depoimentos foram postergados porque os familiares entraram em estado de choque.

Agência Estado |

O advogado de 47 anos, irmão do ex-governador de São Paulo Luiz Antônio Fleury Filho, baleou o filho de 20 anos na noite de ontem em sua casa, em Sorocaba (SP). A polícia não confirmou os rumores de que a discussão teria sido provocada pelo fato de o jovem ter batido o carro do pai. Após acertar o filho no tórax - ainda não se sabe se tiro foi de propósito ou acidental -, Fleury Filho disparou contra a própria cabeça.

Por ora, a polícia descarta que uma terceira pessoa tenha envolvimento no crime. Segundo a polícia, a mãe e uma das filhas do casal estavam em casa no momento da tragédia. Como entraram em estado de choque após o crime, as duas foram encaminhadas ontem ao hospital de Sorocaba. Amanhã, uma coletiva de imprensa deve ser convocada pela polícia.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG