Dois homens foram presos, no final da noite de ontem, acusados de terem participado da morte do soldado da PM de São Paulo Heriberto Nunes Gomes, ocorrida no último dia 14. A prisão foi feita em Osasco, região metropolitana da capital.

Heriberto estava de folga e em trajes civis, em seu carro e acompanhado por um irmão, quando percebeu que uma pessoa estava sendo roubada por uma dupla de assaltantes, no Jardim Santo Antonio, em Osasco.

O soldado decidiu intervir e sacou sua pistola contra os ladrões, que revidaram também com armas de fogo e acabaram atingindo Heriberto na cabeça. Ele foi levado ao PS Santo Antônio, medicado e removido ao Hospital Regional da cidade, onde faleceu. Os ladrões fugiram sem levar nada.

Na noite de sexta, Sérgio Martins Santos e Edson Henrique de Oliveira foram presos dirigindo um veículo roubado. A prisão aconteceu no Jardim das Bandeiras, também em Osasco. No carro foram encontradas uma espingarda e munições, além de um espelho roubado de outro veículo.

Ambos foram levados ao 1º DP de Osasco, onde foram reconhecidos pelo irmão de Heriberto. Segundo o plantão do 1º DP, eles continuarão presos até que as primeiras investigações sejam concluídas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.