GOIÂNIA - A polícia de Goiânia prendeu, na manhã desta quinta-feira Mohma DAli Carvalho dos Santos, de 20 anos, acusado de matar e esquartejar a namorada inglesa Cara Marie Burg, de 17 anos, no último fim de semana. Carvalho foi preso dentro do setor universitário da cidade, após denúncia anônima.

Durante depoimento, ele confessou ter matado e esquartejado a namorada porque ela ameaçava contar aos pais que ele era viciado em cocaína.

O tronco de Cara Marrie Burg foi encontrado dentro de uma mala, na última segunda-feira, às margens do Rio Meia Ponte, na Região Leste da Capital.

Ainda de acordo com a polícia, ela foi decapitada e estava sem os braços e as pernas. A jovem foi identificada pela família através de duas tatuagens, exibidas em um canal internacional de notícia.

O suspeito teria dito ainda que Cara Marie Burg dividia apartamento com ele há três meses. Segundo o que apurou a polícia, o jovem teria pago as passagens para que Cara viesse ao Brasil. Em troca, ela se casaria com ele para que ele adquirisse cidadania inglesa.

Ele indicou à polícia onde estão as outras partes do corpo da estudante inglesa. Os bombeiros estão fazendo buscas no local e a polícia científica está no apartamento do suspeito.

A embaixada britânica em Brasília informou que tomou ciência do caso e está acompanhando o trabalho da polícia de Goiás.

Leia mais sobre: assassinatos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.