Polícia da BA encontra mãe de menino jogado em rodovia

SÃO PAULO ¿ A Polícia Civil da Bahia encontrou, nesta segunda-feira (16), a mãe do menino de 2 anos que foi jogado de um carro em movimento na rodovia BR-415, na quarta-feira (11), em Itabuna (BA). Segundo a delegada titular da 1º delegacia da cidade, Sione Porto, a mãe do garoto, Fernanda Souza Oliveira, de 18 anos, foi encontrada na casa de uma amiga no bairro Nova Ferradas e logo foi encaminhada para o Complexo Policial do município para exames psicológicos. Desde que foi abandonado, o menino aguarda a decisão do juiz da Infância e da Juventude na creche S.O.S Canto da Criança e passa bem.

Redação com Agência Estado |

A mãe do garoto já passou por uma avaliação psicológica e pelo exame de corpo delito. Como sofreu um acidente de carro há 15 dias, Fernanda apresenta escoriações, distúrbios psicológicos e metade da sua face está paralisada, afirmou a delegada.

De acordo com uma irmã da jovem, Daiane de Jesus, Fernanda foi vítima de um acidente automobilístico no fim de maio e, desde lá, tem apresentado dificuldades de comportamento. Ela ficou internada por 12 dias, no Hospital de Base de Itabuna.

Durante o depoimento, Fernanda disse que deixou o filho na rodovia com determinada uma pessoa. Porém, isso já foi desmentido por uma testemunha que viu a criança sendo empurrada e abandonada na via, ressaltou Sônia.

Após depoimento, Fernanda foi liberada por utilizar remédios em horários controlados. Segundo a delegada, a polícia do município não tem condições de manter a jovem sob observação em horário integral.

De acordo com a delegada, a mãe será ouvida na próxima quarta-feira às 14h pelo juiz da Infância e da Juventude. Ela não tem condições psicológicas e financeiras de ficar com o garoto. A avó paterna já se apresentou para ficar com a guarda. Enquanto isso, a criança aguarda no orfanato.

Faltam dois pontos para concluirmos as investigações,  precisamos encontrar o transporte utilizado no abandono e descobrir quem ajudou Fernanda. Temos a impressão de que ela estava acompanhada durante o ato, conclui.

    Leia tudo sobre: abandonobahiacriança abandonada

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG