Polícia Civil realiza operação em favelas da zona norte do Rio

RIO DE JANEIRO ¿ Agentes da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) e da Delegacia de Homicídios da Polícia Civil realizaram, nesta terça-feira, uma operação nas favelas do Conjunto Amarelinho, na Avenida Brasil, nas proximidades da Ceasa, em Irajá, na zona norte do Rio. Cerca de 40 policiais, com o apoio de dois helicópteros e um blindado, tinham o objetivo de cumprir mandados de prisão na localidade.

Redação |

Três pessoas foram presas. Diogo Jacinto dos Santos, de 22 anos, foi detido no momento em que se preparava para soltar um rojão que alertaria os traficantes sobre a presença dos policiais. Outras duas pessoas, um homem e uma mulher, foram flagrados com uma garrafa plástica repleta de pilhas que, segundo a polícia, serviriam para radiotransmissores dos bandidos.

Os agentes apreenderam duas granadas, uma pistola calibre 38, dois vidros de éter, além de pequena quantidade de maconha, cocaína e loló. O material foi levado para a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense e será apresentado à imprensa no início da tarde.

Além dos mandados de prisão, a Core tinha o objetivo de encontrar um paiol utilizado pelos traficantes do Amarelinho para guardar armas e drogas. O local não foi encontrado.

Barreira do Vasco

Também em Irajá, na comunidade da Barreira do Vasco, policiais do 4º BPM (São Cristóvão) prenderam um homem com um revólver calibre 38. Suspeito de ligações com o tráfico da localidade, Marcelo de Souza Lopes, de 23 anos, foi encaminhado para a 17ª DP (São Cristóvão).

Leia mais sobre: operação policial

    Leia tudo sobre: policia civil

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG