Polícia Civil encontra duas clínicas ilegais de aborto na zona sul do Rio

RIO DE JANEIRO ¿ Policiais da Delegacia de Homicídios (DH) estouraram na manhã desta quinta-feira duas clínicas de aborto que funcionavam clandestinamente em Botafogo, na zona sul do Rio de Janeiro. Segundo a polícia, as clínicas foram localizadas a partir de denúncias feitas por moradores do bairro.

Redação |

Divulgação

Sala utilizada para realização de abortos em clínica

Em um dos locais, os agentes prenderam em flagrante o médico e dono da clínica Bruno Gomes da Silva, de 78 anos. Os policiais também detiveram funcionários e mulheres que aguardavam para realizar aborto.

Uma das vítimas, de 21 anos, que estava sendo preparada para o procedimento, foi encaminhada para o Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea, também na zona sul. As investigações mostraram que as clínicas cobravam das gestantes cerca de R$ 1 mil por cada aborto.

Uma grande quantidade de materiais para a realização dos procedimentos foi apreendida nas clínicas. De acordo com a polícia, o médico preso na operação desta quinta-feira já possuía outras ocorrências em sua ficha criminal. Se condenado, ele poderá pegar de 1 a 4 anos de prisão.

Assista ao vídeo sobre o caso:

Leia mais sobre: aborto

    Leia tudo sobre: aborto

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG