Polícia Civil do Rio cumpre 11 mandados de prisão por pirataria

RIO DE JANEIRO - Uma operação conjunta das polícias civis de São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná cumpre, na manhã desta sexta-feira, 11 mandados de prisão contra suspeitos de integrar uma quadrilha de pirataria. Além das prisões, 20 mandados de busca e apreensão são cumpridos nos três Estados da ação.;

Redação |

Segundo a polícia, o esquema da quadrilha investigada envolvia compra mercadorias no Paraguai, passagem pela fronteira sem impostos, e venda para Estados do País.

A operação é coordenada pela Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Propriedade Imaterial (DRCCPI) e, segundo informações iniciais, a investigação da quadrilha durou oito meses. O foco das investigações é o contrabando de eletro-eletrônicos.

Segundo a DRCCPI, ainda não existe o número parcial de presos na operação.

Um dos principais alvos da ação é o camelódromo da rua Uruguaiana, no centro do Rio, segundo a polícia civil.

No Brás, em São Paulo

Uma operação com o apoio da Subprefeitura da Mooca, guardas civis metropolitanos e policiais militares acontece no bairro paulistano do Brás desde as 9h desta manhã e tem o objetivo de combater os camelôs irregulares da região. Até o momento, foram apreendidos 33 sacos de mercadorias, segundo a subprefeitura.

Ainda nesta manhã, durante a fiscalização, houve princípio de tumulto entre camelôs e guardas civis, com encaminhamento dos envolvidos à 8ªDP.

Leia mais sobre: pirataria

    Leia tudo sobre: pirataria

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG