Polícia Civil detém 20 membros de milícia no Rio de Janeiro

Rio de Janeiro, 10 nov (EFE).- A Polícia Civil deteve hoje 20 membros de milícia, em operação que contou com o apoio de 360 agentes e aconteceu em diferentes pontos da cidade do Rio de Janeiro e municípios vizinhos, informou a corporação, em comunicado.

EFE |

Entre os detidos, está um ex-fuzileiro naval, um sargento da Polícia Militar e um cabo do mesmo corpo, identificado como Ivo Mattos da Costa Júnior e considerado o principal assassino da organização criminosa.

Foram apreendidos um carro blindado, duas pistolas de calibre nove milímetros, um revólver calibre 38 e variada munição, quatro computadores, vários documentos, além de coletes à prova de balas e uniformes policiais.

O diretor do Departamento Geral da Polícia, delegado Ronaldo Oliveira, considerou que as prisões e as investigações sobre suas fontes de financiamento serviram para "aniquilar" a milícia.

A Polícia vai investigar os documentos apreendidos para averiguar se o grupo estava realizando lavagem de dinheiro, disse Oliveira.

A operação para a desarticulação do grupo começou em 13 de maio com a captura do ex-policial militar Ricardo da Cruz Teixeira, conhecido como "Batman", e continuou com a detenção de 43 cúmplices dele em junho. EFE mp/an

    Leia tudo sobre: rio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG