Polícia chilena investiga bomba em embaixada brasileira

SANTIAGO (Reuters) - A polícia chilena está investigando a explosão de uma bomba caseira na porta da embaixada do Brasil em Santiago, que causou apenas pequenos estragos. A explosão ocorreu por volta da 0h30, desta quarta-feira, em frente ao prédio da embaixada, no centro de Santiago, causando estragos nas janelas e muros. Os estragos aparentemente não foram muito graves, informou a assessoria do Itamaraty, acrescentando que não houve feridos, segundo informações preliminares.

Reuters |

Segundo a polícia chilena, a 'explosão foi produzida por um artefato explosivo de fabricação caseira', mas não forneceu detalhes sobre a composição da bomba. A polícia acrescentou que a bomba possivelmente foi lançada 'do exterior'.

Nas proximidades do prédio não foram encontrados panfletos, nem deixadas mensagens nas paredes ou outros elementos capazes de determinar a autoria, acrescentou.

A polícia disse ainda que câmeras de segurança registraram uma pessoa correndo depois da detonação da bomba, o que está sendo investigado.

(Por Antonio de la Jara e Mónica Vargas, com reportagem adicional de Eduardo Simões em São Paulo)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG