Polícia captura macaco-aranha no interior de SP

A Polícia Ambiental apreendeu hoje um macaco-aranha no quintal de uma casa, em Itapetininga, região de Sorocaba. Foi o sétimo caso de captura de animais silvestres em área urbana da região num período de quatro meses.

Agência Estado |

Na segunda-feira, os policiais capturaram um lobo-guará numa casa em construção num condomínio de Tatuí. As duas espécies estão ameaçadas de extinção.

O macaco-aranha era perseguido por um grupo de crianças na periferia da cidade e se refugiou no quintal de uma casa. Ele estava com a cauda quebrada e será submetido a uma cirurgia numa clínica veterinária, antes de ser devolvido à natureza.

Já o lobo-guará se assustou com os moradores e ficou agitado. Os bombeiros conseguiram acuá-lo num cômodo e colocar o bicho numa jaula. O espécime foi encaminhado ao zoológico de Sorocaba, especializado nesses animais.

No início deste mês, os bombeiros capturaram um jacaré em Capela do Alto - o réptil avançou contra pessoas que estavam num ponto de ônibus. Onça-parda, lontra, gato-do-mato e suindara, espécie de coruja, fazem parte da lista de espécimes capturados em áreas urbanas na região.

Para o veterinário Adauto Veloso Nunes, diretor do zoo de Sorocaba, a destruição do habitat desses animais, aliada à maior proteção das espécies silvestres pelas leis ambientais, contribui para a migração para as áreas urbanas. O zoológico recebeu recentemente um filhote de tamanduá-mirim cuja mãe morreu numa queimada na periferia da cidade.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG