Polícia busca sem-terra suspeitos de chacina em Pernambuco

PERNAMBUCO - O serviço de inteligência da Polícia Militar de Pernambuco ajuda a polícia de São Joaquim do Monte, no agreste, na captura de dois sem-terra foragidos, suspeitos de terem participado diretamente da morte de quatro seguranças na Fazenda Consulta, no sábado à tarde.

Agência Estado |

Um deles, Romero Severino da Silva, foi ferido no conflito. O outro não foi identificado.

O delegado Luciano Francisco Soares, responsável pelas investigações, espera obter nesta quinta-feira novas informações que possam ajudar na captura dos dois suspeitos, ao ouvir o depoimento de um segurança que conseguiu escapar da chacina.

Os dois sem-terra autuados por homicídio qualificado e presos no mesmo dia do crime - o líder do acampamento, Aluciano Ferreira dos Santos, 31 anos, e Paulo Cursino Alves, 62 - negaram ter atirado nos seguranças e apontaram Romero, foragido, como autor dos disparos.

O MST diz que os sem-terra atiraram em legítima defesa e evitaram um massacre, pois sofriam ameaças de morte. Os sem-terra reivindicam as fazendas Consulta e Jabuticaba, em São Joaquim do Monte, a 137 quilômetros do Recife, onde o MST já promoveu nove invasões e reocupações de terra, sempre retornando às propriedades depois de despejado por reintegrações de posse concedidas pela Justiça. As informações são do jornal "O Estado de S. Paulo".

Leia também:

Leia mais sobre: chacina

    Leia tudo sobre: chacinachacina pernambuco

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG