Polícia autua 53 flanelinhas irregulares em megaoperação no Rio de Janeiro

RIO DE JANEIRO ¿ Cinquenta e três flanelinhas foram autuados em uma megaoperação da Polícia Civil realizada nesta terça-feira em bairros da zona sul do Rio de Janeiro. Os detidos estavam sem colete, crachá, com talões irregulares e não possuíam cadastro na Prefeitura do Rio.

Redação |

Paulo Toscano

Flanelinhas na subida do Pão de Açúcar

De acordo com a polícia, as investigações tiveram início há cerca de 15 dias, após os agentes receberem denúncias anônimas sobre a falta de segurança em relação aos guardadores de carros que atuam em vários bairros.

Durante a ação, cerca de 120 flanelinhas foram detidos para averiguação. Entre eles, 60 estavam em situação regular. Outros 53 guardadores de carros foram autuados pelo crime de exercício irregular da profissão.

Os agentes constataram que dez deles tinham passagem pela polícia pelos crimes de furto, receptação e porte de entorpecente. Na operação foram presos ainda dois homens ligados ao jogo de bicho e um angolano, que foi encaminhado para a Polícia Federal. 

Segundo o diretor de Polícia da Capital, delegado Ronaldo Oliveira, a operação desta terça-feira foi o início de uma série de ações em conjunto com a prefeitura. O delegado informou que operações deste tipo serão realizadas em outros bairros, com o objetivo de legalizar a situação dos flanelinhas e dar mais segurança à população.

Participaram da operação cerca de 70 policiais das delegacias do Catete (9ª DP), Botafogo (10ª DP), Copacabana (12ª DP), Ipanema (13ª DP) e Leblon (14ª DP).

Leia mais sobre: flanelinhas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG