CURITIBA ¿ Mais de 1,3 milhão maços de cigarros contrabandeados do Paraguai foram apreendidos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) na noite desta sexta-feira na região do município de Porto Camargo, no Oeste do Paraná. De acordo com a PRF, essa é a maior apreensão de cigarros feita no Estado neste ano.

Segundo os policiais, a apreensão aconteceu graças a uma investigação feita pela corporação. No início da noite, um helicóptero da PRF sobrevoava a região quando localizou dois caminhões carregados com a mercadoria ilegal em um posto de abastecimento na área rural de Douradina.

No mesmo local, os agentes encontraram outra carreta tanque que deveria estar transportando óleo vegetal e carregava na verdade mais de 500 caixas de cigarros. Os policiais decidiram inspecionar esse terceiro caminhão por causa de uma atitude suspeita do motorista ao ver a apreensão realizada nas duas primeiras carretas.

PRF

Um dos caminhões com carregamento ilegal apreendido pela Polícia Rodoviária Federal

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, os três caminhões possuem placas da região fronteiriça do Brasil. Os policiais estão verificando se as placas são clonadas, já que os proprietários perdem a posse dos veículos flagrados transportando contrabando.

Investigações apontam que o cigarro contrabandeado é adquirido no Paraguai por valores que variam entre R$ 90 e  R$ 170, cada caixa com 500 maços. A carga poderia render aos contrabandistas mais de R$ 1 milhão ao ser vendida no mercado negro.

Leia mais sobre: cigarro contrabandeado

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.