Uma auxiliar administrativa de 30 anos ameaçada de morte pelo ex-namorado em Guarulhos, na Grande São Paulo, resolveu denunciá-lo e levou a polícia a encontrar quatro armas de fabricação caseira, acessórios e munições na residência do acusado, de 28 anos, no início da madrugada desta quarta-feira. Segundo a Polícia Militar, ele estava foragido da Penitenciária José Parada Neto, em Guarulhos, desde 4 de fevereiro de 2003.

A ex-namorada, que preferiu não se identificar, contou que o conheceu há cerca de um ano, quando começaram a namorar. "Durante sete meses o namoro deu certo, ele era bem educado. Mas de quatro meses pra cá ele mudou o comportamento, ficou agressivo e eu resolvi terminar. Foi quando minha vida virou um inferno", relatou.

A auxiliar administrativa garantiu que era perseguida diariamente pelo ex-namorado e foi ameaçada de morte diversas vezes. Na madrugada de hoje, o ex-casal teve uma nova discussão na casa dela. "Ele me ameaçou com a arma (uma submetralhadora de fabricação caseira), fugiu e deixou a arma na minha casa. Eu percebi que era caseira, por isso achei melhor chamar a polícia para fazer uma revista na casa dele", disse.

Na residência do suspeito, os PMs encontraram outras três armas ainda inacabadas, três carregadores e uma mola de submetralhadora, dois canos de ferro e nove munições, de diversos calibres. A ex-namorada do armeiro disse que ele estava desempregado e fazia bicos como mecânico. Ela afirmou desconhecer que ele era procurado. Até o início da manhã, ele não havia sido capturado pela polícia.

Leia mais sobre: apreensão de armas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.