Polícia apreende 600 quilos de camarões vivos no RS

Pesca de camarão-rosa é proibida nessa época do ano para garantir a reprodução da espécie

AE |

selo

A polícia recolheu cerca de 600 quilos de camarão vivo em 13 redes de pesca durante o cumprimento de dois mandados de busca e apreensão, expedidos pela Justiça Federal de Porto Alegre (RS), nos municípios gaúchos de Mostardas e Tavares.

A ação teve o objetivo de reprimir a pesca ilegal do camarão-rosa, que é proibida do dia 1º de janeiro a 31 de março para garantir a reprodução das espécies. Também foram apreendidos cerca de 20 quilos de camarão congelado e embalado. O alimento será encaminhado a entidades de caridade. As redes de pesca foram apreendidas. Os animais foram colocados de volta na água.

A ação, feita entre a noite de ontem e a madrugada desta sexta-feira é parceria do Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBIOS), a Patrulha Ambiental da Polícia Militar (Patram) e a Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente e ao Patrimônio Histórico da Polícia Federal (Delemaph).

    Leia tudo sobre: camarãopesca ilegalpolícia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG