Polícia amplia a fiscalização com bafômetros para motoristas de caminhão em SP

SÃO PAULO ¿ A Polícia Militar (PM) vai ampliar a fiscalização com bafômetros para os motoristas de caminhões a partir da meia-noite desta quinta-feira. A Operação Direção Segura, que inicialmente era voltada à prevenção de acidentes provocados pelo consumo de bebida alcoólica em regiões de bares e restaurantes, foi ampliada para áreas com grande circulação de caminhoneiros, como as marginais Tietê e Pinheiros, avenida dos Bandeirantes e Salim Farah Maluf.

Redação |

Acordo Ortográfico

Segundo o Major Ricardo Fernandes de Barros, do 34º Batalhão , responsável pelo trânsito em São Paulo, a fiscalização será ampliada aos caminhões porque a operação tem o objetivo de reduzir o número de homicídios culposos causados pelo consumo de bebida alcoólica.

Barros diz que essa medida não tem ligação com um aumento de acidentes envolvendo caminhões na cidade, pois ele argumenta que as ocorrências diminuíram desde que a Lei Seca entrou em vigor.

Segundo o major, a Operação Direção Segura, em andamento desde o ano passado, reduziu o número de vítimas em acidentes de trânsito. De janeiro a setembro de 2007, o número de ocorrências fatais era de 11 a cada 100 mil habitantes. Hoje, há seis mortes para 100 mil pessoas. Ele também disse que cerca de 10 mil motoristas foram submetidos ao exame com o bafômetro em São Paulo e  210 presos.

O Major afirmou que a fiscalização está sendo cada vez mais efetiva. "A polícia fiscaliza cada vez mais com o etilômetro (bafômetro).

O etilômetro mede a quantidade de álcool da corrente sanguínea através do hálito da pessoa. Segundo Barros, a polícia trabalha hoje com 53 aparelhos e vai receber mais 102, para reforçar a fiscalização.

Leia mais sobre: Lei Seca

    Leia tudo sobre: lei secalei-seca

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG