Polícia acha gravura de Picasso roubada da Pinacoteca

SÃO PAULO (Reuters) - A Polícia Civil encontrou na noite de sexta-feira a gravura de Pablo Picasso Minotauro, Bebedor e Mulheres (1933), que havia sido roubada da Estação Pinacoteca em junho, informou na segunda-feira a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo. Outras três obras foram levadas da Pinacoteca no mesmo roubo, incluindo outra gravura de Picasso, O Pintor e Seu Modelo, mas elas já haviam sido recuperadas.

Reuters |

A Secretaria de Segurança informou, durante uma coletiva de imprensa nesta tarde, que a gravura foi encontrada no quilômetro 15 da rodovia Raposo Tavares, na zona oeste da capital paulista.

A obra, avaliada em 5 mil dólares, estava embrulhada em papel bolha e intacta, ainda com a moldura. A polícia chegou até o local após uma denúncia anônima.

A pintura a óleo sobre cartão 'Mulheres na Janela' (1926), de Emiliano Di Cavalcanti, e o guache sobre cartão 'Casal' (1919), de Lasar Segall, foram recuperados no começo deste mês, em uma operação que terminou com a prisão do gerente de padaria Edmilson Silva do Nascimento, 29 anos, em Guaianazes, zona leste de São Paulo. Os dois quadros estavam debaixo da cama dele.

'O Pintor e Seu Modelo' foi recuperado em 19 de julho, em Guarulhos. Na ocasião, Wesley Teobaldo Barros foi preso em flagrante com mais duas pessoas, por formação de quadrilha.

(Por Paulo Whitaker e Fernanda Ezabella)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG