Polêmica sobre exposição em NY acusada de anti-semitismo

Um pequeno pônei rosa de plástico com uma suástica desenhada nas ancas, apresentado em Nova York como parte de uma exposição organizada pelo Instituto Cultural Romeno (ICR), foi motivo hoje de um debate apaixonado na Romênia.

AFP |

"Todos têm direito de exercer a liberdade de expressão, mas quando se trata de usar o dinheiro do Estado, deve-se fazê-lo com responsabilidade", afirmou o ex-presidente Ion Iliescu, citado pela imprensa, evocando objetos "com o mal cheiro fascista, anti-semita".

A polêmica em torno da exposição "Freedom for Lazy People" foi aberta por um jornal da diáspora romena de Nova York, que qualificou os objetos expostos de "anti-semitas" e "pornográficos".

"Trata-se de uma mistificação", replicou o presidente do ICR, Horia Roman Patapievici, durante entrevista à imprensa.

Segundo ele, a suástica nas ancas do pônei é uma "representação irônica" não podendo ser considerada uma forma de propaganda nazista.

A exposição custou 8.000 euros e estará aberta até 15 de agosto.

at/mr/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG