A apresentação do sétimo balanço do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) foi marcada esta manhã por referências aos recentes ataques do ministro do Meio Ambiente,Carlos Minc a obras previstas no programa. Ao responder sobre as divergências no governo em relação ao prazo das obras, que dependem de licença ambiental, a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, disse que no governo é aplicado o método Toyota, no qual todos os membros do governo fazem um pacto para a realização das ações.

"Há divergências. Ninguém trabalha em um lugar onde não se pode dar opinião. Mas as divergências são sanadas. Hoje os obstáculos são menores", afirmou a ministra. Segundo ela, o termo Toyota, usado pelo presidente Lula, significa todos os ministros em uma mesa, discutindo em conjunto e de forma integrada.

Já o ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, foi mais direto nas críticas a Minc. Ao comentar a situação das obras da BR 319, no Amazonas, alvo de pesadas críticas de Minc, na semana passada, Nascimento disse que era preciso "esclarecer para pessoas que não conhecem a Amazônia e nunca estiveram lá, que a rodovia não é uma estrada nova". Segundo ele, todos os acordos firmados com o Ministério do Meio Ambiente estão sendo cumpridos. "Eu entendo a preocupação do Ministério do Meio Ambiente, inclusive fizemos um estudo do impacto ambiental e respeitamos uma série de exigências", afirmou. A título de exemplo, citou a criação de unidades de preservação às margens da rodovia, que representariam 10 milhões de hectares. "Todas as providências que foram suscitadas pelo Ministério do Meio Ambiente foram cumpridas. O Amazonas é um Estado que é exemplo de preservação para o mundo", declarou.

Nascimento disse que espera que até o dia 15 de junho saia a licença para o início das obras da rodovia. "Estou tranquilo em relação a isso, independentemente do vem sendo noticiado", afirmou, referindo-se à críticas. Na semana passada Minc disse que eticamente e moralmente ele não poderia dar licença ambiental para a rodovia. Minc é um dos participantes da cerimônia de divulgação do balanço do PAC.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.