PMs são presos acusados de decapitar homem em SP

SÃO PAULO - Quatro policiais militares foram presos na manhã desta terça-feira acusados de matar e decapitar um homem em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo. O crime teria ocorrido no início do ano passado, após uma abordagem de rotina feita na região do Capão Redondo, na zona sul da capital.

Agência Estado |

    A Polícia Civil suspeita de que o grupo esteja envolvido em outros três assassinatos, em que os corpos das vítimas também foram encontrados sem as cabeças.

    As investigações começaram em maio, depois que os quatro cadáveres apareceram decapitados em diferentes terrenos baldios nos limites de São Paulo com Itapecerica da Serra e Embu. Em depoimento, uma testemunha contou que Antônio Carlos da Silva Alves, uma das vítimas, teria desaparecido após ser detido por PMs. Ela forneceu aos investigadores do Setor de Homicídios da Seccional de Taboão da Serra o número da viatura. O corpo de Alves só foi oficialmente reconhecido por um exame de DNA.

    Com a ajuda da Corregedoria da corporação, descobriu-se que os PMs Rodolfo da Silva Vieira, Moisés Alves dos Santos, Joaquim Aleixo Neto e Anderson dos Santos Sales conduziam a viatura naquela noite. Os quatro estavam intimados ontem a prestar depoimento sobre o caso. Diante dos indícios de participação deles no assassinato, o delegado pediu à Justiça a prisão temporária, por 30 dias, de todos os suspeitos. As informações são do jornal "O Estado de S. Paulo".

    Leia mais sobre policiais militares

      Leia tudo sobre: assassinatopolícia militar

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG