O diretório estadual do Partido da Mobilização Nacional (PMN) decidiu suspender por seis meses o vereador Emílio Souza de Oliveira, o Ruby, acusado de dirigir embriagado e disputar racha. O diretório municipal e a Câmara de Sorocaba foram comunicados hoje, por ofício.

Na prática, o vereador perde os cargos que ocupa nas comissões partidárias e como vice-líder da bancada na Câmara, mas não deve deixar o cargo.

O advogado de Ruby, José Cabral Silva Dias, informou que vai apresentar defesa, pois a Câmara arquivou processo contra o vereador por quebra de decoro.

Em setembro do ano passado, Ruby foi detido pela Polícia Militar por cruzar um sinal vermelho. A polícia apurou que ele participava de um racha e estava embriagado. Ele negou acusações, mas ainda responde ao processo criminal por direção perigosa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.