PMDB terá programa de governo até 8 de maio, diz Michel Temer

O presidente do PMDB, deputado Michel Temer (SP), disse, nesta quinta-feira, que o partido pretende apresentar um programa de governo à pré-candidata à Presidência da República, ministra Dilma Rousseff (Casa Civil), e ao presidente do PT, José Eduardo Dutra, até dia 8 de maio.

Agência Estado |

"Vamos ter um programa até 8 de maio. Discutimos a formulação de um plano de governo do PMDB. Se houver aliança, haverá a junção do programa do PMDB com o PT. No dia 8 de maio faremos um grande congresso para apresentar isso", disse.

O presidente do Banco Central (BC), Henrique Meirelles, participou do encontro com a Executiva do partido, assim como o ministro da Defesa, Nelson Jobim, e o ex-ministro da Secretaria de Assuntos Estratégicos, Roberto Mangabeira Unger.

Ao deixar a reunião, Meirelles não falou com a imprensa. Perguntado sobre a participação dele na elaboração do programa de governo, Temer, também presidente da Câmara dos Deputados, disse que "é claro que Meirelles deve dar mais ênfase à área econômica".

Pesquisa CNI/Ibope

A pesquisa Ibope  divulgada na quarta-feira mostra o governador de São Paulo, José Serra (PSDB) cinco pontos percentuais à frente da ministra Dilma Rousseff (PT) nas intenções de voto para as eleições presidenciais deste ano. Porém, mostra também o movimento capturado por outros institutos: redução da diferença entre os dois principais pré-candidatos.

No cenário principal da pesquisa, Dilma tem 30% e Serra, 35%. O deputado Ciro Gomes (PSB-CE) registra 11%; e a senadora Marina Silva (PV-AC), 6%. Brancos e nulos somam 10% e indecisos, 8%. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Em dezembro, na última pesquisa Ibope, Serra tinha 38% e Dilma, 17%. Ciro Gomes exibia 13% e a senadora Marina Silva (PV-AC) tinha 6%.

Leia mais sobre: PMDB  - Dilma

    Leia tudo sobre: dilma roussefpmdb

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG