PMDB lança Temer para disputar presidência da Câmara

Com quatro meses de antecedência, o PMDB lançou hoje o nome do presidente do partido, deputado Michel Temer (SP), para presidência da Câmara. O evento contou com a presença de quatro ministros, de praticamente toda a bancada da Câmara, da cúpula peemedebista do Senado e do candidato à prefeitura de Belo Horizonte, deputado Leonardo Quintão - da coligação Belo Horizonte para Você (PHS-PMDB) -, de longe o mais aplaudido ao chegar à cerimônia pró-Temer.

Agência Estado |

Com o lançamento, o partido deu uma demonstração explícita de sua força política. Nas eleições municipais, o PMDB saiu das urnas como o maior partido em número de votos e prefeituras. Ao mesmo tempo em que faziam a cerimônia pela eleição de Temer para a presidência da Câmara, em fevereiro, os peemedebistas sinalizaram que poderão abrir mão da presidência do Senado.

Assim como na Câmara, onde a bancada tem 95 deputados, o PMDB também é o maior partido do Senado, com 21 senadores. Isso lhe dá direito de comandar a Casa. "Seria muito bom que o PMDB pudesse ter a presidência da Câmara e do Senado. Se não for possível, vamos trabalhar com o melhor entendimento", afirmou o líder do PMDB no Senado, Valdir Raupp (RO).

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG