O PMDB divulgou nota hoje, assinada por seu presidente, deputado Michel Temer (SP), afirmando que a definição de um nome do partido para ser indicado candidato a vice-presidente em uma possível chapa com a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, não foi tema de apreciação na reunião realizada ontem à noite em Brasília. O texto diz que apenas dois assuntos foram tratados no encontro: a antecipação da Convenção Nacional do partido para 6 de fevereiro e o cenário político peemedebista nos Estados.

O nome mais cotado no PMDB para ser indicado candidato a vice-presidente da República é o de Temer, mas a nota alega que o partido só discutirá o assunto "quando consolidar-se a aliança eleitoral" com o PT.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.