PMDB diz que Meirelles se decide até o dia 27

Em reunião de duas horas com oito dos 10 deputados estaduais do PMDB de Goiás ontem (20), o presidente do Banco Central (BC), Henrique Meirelles, pediu prazo até o dia 27 para decidir sobre o convite de filiar-se ao PMDB, informou nesta tarde à Agência Estado a líder do partido na Assembleia Legislativa goiana, deputado Mara Naves. O convite foi feito a Meirelles pelos peemedebistas do Estado de Goiás.

Agência Estado |

O encontro de domingo foi no apartamento de Meirelles em Goiânia. De acordo com Mara Naves, o presidente do BC observou que tem até o final do mês para decidir e disse que ficou muito honrado com o convite para ingressar no PMDB. O partido lhe ofereceu as opções de se candidatar ao governo do Estado, à vice-presidência da República ou ao Senado.

No caso da candidatura ao governo de Goiás, o nome mais forte do PMDB até agora é o do prefeito de Goiânia, Iris Rezende, mas ele próprio disse aos correligionários que, se aparecer um nome forte, cede a vez e fica na prefeitura. O nome forte, no caso, é o de Meirelles, que é cortejado por vários partidos, entre eles o PP e o PRB.

Para o governo do Estado, quem defende a candidatura de Meirelles é o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que o considera o melhor nome para derrotar o senador, Marconi Perillo (PSDB), possível candidato à sucessão do governador Alcides Rodrigues (PP). Hoje, Meirelles afirmou que tomará uma decisão sobre seu futuro político até 2 de outubro.

    Leia tudo sobre: meirelles

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG