O presidente do PMDB paulista e ex-governador Orestes Quércia deverá anunciar hoje qual candidato à sucessão municipal de São Paulo a legenda irá apoiar nas eleições de outubro deste ano. A executiva estadual do PMDB reúne-se à noite, na capital paulista, para deliberar sobre o fechamento de alianças no pleito.

Depois do encontro, Quércia deverá anunciar a posição oficial da legenda.

Nos últimos dias, o ex-governador tem conversado com os principais pré-candidatos à Prefeitura da cidade, como o atual prefeito Gilberto Kassab (DEM), o ex-governador do Estado Geraldo Alckmin (PSDB) e a ministra do Turismo, Marta Suplicy (PT). Segundo fontes com acesso a essas conversas, o presidente do PMDB estadual está muito mais próximo de uma aliança com o DEM, do prefeito Kassab. O acordo implicaria no apoio dos Democratas à candidatura de Quércia ao Senado, em 2010, e na inclusão da terceira vice-presidente estadual do PMDB, Alda Marco Antonio, como vice na chapa de Kassab.

O PMDB é um dos partidos mais cobiçados pelos pré-candidatos que concorrem à sucessão municipal da capital paulista porque detém o maior tempo de exposição no horário eleitoral gratuito em rádio e televisão. Caso Quércia confirme o acordo com Kassab, o prefeito terá mais tempo do que o PT e o PSDB na propaganda eleitoral gratuita, com mais de sete minutos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.