PMDB adere à oposição contra Aécio em Minas Gerais

As bancadas de PT, PC do B e PMDB formalizaram hoje a criação de um bloco de oposição ao governador de Minas, Aécio Neves (PSDB), na Assembleia Legislativa do Estado. O alinhamento oficial da bancada peemedebista aos deputados oposicionistas foi apresentado como uma sinalização para uma aliança na disputa pelo governo do Estado em 2010.

Agência Estado |

"Essa é a verdadeira articulação que está em sintonia com a nacional, que é o entendimento do PT com o PMDB. E aqui nós saímos na frente", destacou o deputado estadual Padre João (PT), indicado como líder do bloco. "Nós não temos escondido de ninguém que o PMDB tem, sim, um projeto de centro-esquerda", declarou o deputado Vanderlei Miranda (PMDB).

Com a decisão do PMDB de aderir ao bloco PT/PC do B, a oposição ao governador mineiro na Assembleia subiu dos atuais 11 deputados para 19 parlamentares. Aécio, contudo, mantém ampla maioria no Legislativo, que é composto por 77 deputados estaduais.

PT e PMDB já lançaram pré-candidatos à sucessão de Aécio. O ministro do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Patrus Ananias, e o ex-prefeito de Belo Horizonte, Fernando Pimentel, disputam a indicação petista.

O peemedebista Hélio Costa, ministro das Comunicações - que lidera as pesquisas de intenção de voto -, busca um acordo com o PT, mas, diante das resistências, tem intensificado as conversas com o governador mineiro. Costa já deixou claro que não pretende disputar a sucessão estadual num "voo solo".

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG