PM realiza blitz da lei seca para caminhoneiros em SP

Policiais militares realizaram na madrugada de hoje uma blitz da lei seca, batizada pela corporação como Operação Direção Segura. Desta vez a fiscalização foi voltada somente para caminhoneiros.

Agência Estado |

O bloqueio ocorreu na pista expressa da Marginal do Tietê no sentido Penha-Lapa entre as pontes da Casa Verde e Limão, na zona norte da cidade de São Paulo.

No total 30 caminhões foram abordados, mas nenhum motorista que passou pelo teste do bafômetro apresentou índice acima do permitido de álcool por litro de ar expelido, o que caracterizaria embriaguez. Agentes da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e funcionários da Secretaria Municipal de Transportes (SMT) deram apoio logístico aos policiais militares. Por causa do bloqueio de duas faixas, o trânsito ficou lento.

Pela nova lei, quem for pego pelo bafômetro com uma margem entre 0,0 e 0,11 mg de álcool/litro de ar expelido não é considerado infrator e acaba liberado. De 0,12 a 0,3 mg, paga-se uma multa de R$ 957,20 e corre-se o risco de ter a carteira de habilitação suspensa de 12 a 24 meses; acima de 0,3 mg, além de pagar a multa e correr o risco de perder a habilitação, o infrator é levado para a delegacia e responde criminalmente, podendo pegar uma pena que varia de 6 meses a 3 anos de detenção e só é liberado para responder em liberdade após pagar uma fiança de R$ 300 a R$ 1.200.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG