A Polícia de Bauru, a 343 quilômetros de São Paulo, prendeu hoje cinco homens e uma mulher acusados de pertencer a uma quadrilha especializada em roubar residências de luxo no interior do Estado. O grupo vinha sendo investigado havia quatro meses pela Polícia Civil, mas foi preso nesta madrugada por soldados da Polícia Militar que atenderam uma ligação denunciando um assalto nos Altos da Cidade, um bairro nobre de Bauru.

Até o final da tarde, a Delegacia de Investigações Gerais (DIG) tinha localizado seis vítimas da quadrilha moradoras em bairros de classe alta de Bauru, além de outras duas moradoras em Piratininga e Jaú, cidades próximas a Bauru. "As investigações estão apenas começando, estamos levantando se há mais integrantes dessa quadrilha e investigando em quais outras regiões do Estado ela agiu", disse o delegado titular da DIG, Carlos Alberto da Rocha Silva.

Os bandidos foram presos em flagrante após assaltarem uma casa por volta da meia-noite, no bairro Altos da Cidade, de onde fugiram em dois carros levando joias, dinheiro, dólares e eletrônicos. Vizinhos perceberam a ação e chamaram a Polícia Militar, que prendeu o bando horas depois. Com eles, a polícia apreendeu grande quantidade de produtos roubados, avaliados em cerca de R$ 1 milhão. Foram apreendidos também três carros, aparelhos eletrônicos e armas, além de rádio transmissores sintonizados no canal da PM.

O grupo vinha sendo investigado desde outubro. Segundo o delegado, dos seis acusados presos apenas um não tem passagem anterior pela polícia. Acredita-se que a quadrilha possa ter ligações com o crime organizado, em especial com o Primeiro Comando da Capital (PCC).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.