PM prende agente penitenciário em Araçatuba (SP)

A Polícia Militar de Araçatuba (SP), cidade localizada a 530 quilômetros da capital paulista, prendeu em flagrante o agente penitenciário Nelson Antônio de Souza, de 29 anos, acusado de receber R$ 4 mil para infiltrar um aparelho celular dentro da Penitenciária Estadual de Valparaíso (SP). Nelson foi preso na noite da última sexta-feira (dia 27) depois de receber o dinheiro e o aparelho celular da marca Samsung das mãos de Maria Madalena Mendes, 29, mulher de um preso que cumpre pena em Valparaíso.

Agência Estado |

Maria Madalena, que também foi presa em flagrante, confessou que repassou o dinheiro e o celular ao agente.

Souza foi denunciado por um telefonema anônimo recebido pela PM. A ligação teria partido de dentro da penitenciária informando o valor que o agente receberia e o local onde seria feita a entrega, na casa de Quitéria Aquino, mulher de outro preso.

Ao sair da casa de Quitéria, Souza foi preso e, na noite de ontem, encaminhado para o Centro de Detenção Provisória de Caiuá, na região de Presidente Prudente (SP).

O agente vai responder por corrupção passiva, cuja pena que pode chegar a 12 anos de prisão. Já Maria Madalena, que vai responder por corrupção ativa, foi levada para a Cadeia Feminina de Buritama (SP).

Morte no CDP

A Polícia Civil de São José Rio Preto (SP), a 440 quilômetros da cidade de São Paulo, investiga as circunstâncias da morte do lavrador Antônio Carlos Ferreira Dias, de 45 anos, encontrado morto na tarde de ontem em uma das celas do raio sete do Centro de Detenção Provisória de Rio Preto (CDP).

Os presos teriam alertado os agentes de que Dias estaria passando mal. Levado à enfermaria, os agentes constataram o óbito. Exames necroscópico e toxicológico vão indicar as causas da morte.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG