PM morre com tiro acidental disparado por colega na BA

O soldado da Polícia Militar Cristóvão Luiz dos Santos morreu, na noite de ontem, em Salvador, vítima de um disparo acidental feito por um colega, Tairone Assis Neves. Ambos integravam as Rondas Especiais da PM (Rondesp) e, de acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), estavam em um carro, junto com outro PM, Vanderson Nascimento Santiago, quando a arma que estava com Neves disparou.

Agência Estado |

Cristóvão foi atingido na cabeça e teve morte cerebral diagnosticada no Hospital Geral do Estado.

De acordo com a delegada Jussara Souza, que responde pela área onde aconteceu o crime (Nordeste de Amaralina), existe a suspeita de que os três integrassem um grupo de extermínio. O disparo teria ocorrido enquanto eles supostamente procuravam uma pessoa que seria assassinada no bairro. A suspeita surgiu quando Neves e Santiago prestaram depoimento. Foi constatado que os três policiais estavam em um carro de placa falsa, emprestado por outro PM - Edvaldo dos Santos. Além disso, Neves usava uma pistola cedida por outro policial, Maurício Santos Santana, que atua no mesmo bairro.

Neves e Santiago foram presos em flagrante e estão detidos na 28.ª Delegacia, por formação de quadrilha. Neves também foi autuado por homicídio. Santos e Santana foram detidos para prestar esclarecimentos. Segundo a SSP, o Serviço de Inteligência e a Corregedoria da PM investigam o caso.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG