PM morre após ser arrastado por cerca de 600 metros em São Paulo

SÃO PAULO - O soldado da Polícia Militar Alexandre Sérgio Oliveira Sobrinho, de 29 anos, foi morto na madrugada desta quinta-feira em Diadema, no Grande ABC, ao ser arrastado por 600 metros após abordar ocupantes de um veículo de passeio.

Agência Estado |

O soldado e um colega haviam parado um motoqueiro, que estava sem capacete, quando o carro também parou próximo à viatura da PM em um local proibido.

Ao se dirigir até o veículo e ameaçar multar também o motorista infrator, o soldado foi agarrado por um dos ocupantes pela janela. O rapaz que estava ao volante acelerou e, depois de quase 600 metros, Sobrinho foi jogado prensado contra um muro onde bateu a cabeça.

Mesmo levado ao Pronto-Socorro Estadual de Serraria, o soldado não resistiu aos ferimentos e morreu. Os ocupantes do carro fugiram, mas o motorista perdeu o controle do veículo numa curva. O grupo abandonou o carro e fugiu a pé.

Testemunhas disseram à polícia que o veículo subia a rua quando o policial foi agarrado pelo próprio motorista, que teve a ajuda dos outros ocupantes. Os vidros escuros não permitiram ver quantos estavam dentro do carro.

Leia mais sobre: policial

    Leia tudo sobre: policial

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG