PM monta megafiscalização da lei seca em SP no carnaval

Com um reforço de 102 bafômetros, agora somando 153 aparelhos, a PM promete quadruplicar a quantidade de pontos e fazer a maior operação de fiscalização desde a entrada em vigor da determinação, em junho. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) utilizará 41 bafômetros nas estradas do Rio - o dobro do ano passado.

Agência Estado |

Em todas as estradas paulistas, um efetivo de 4 mil policiais rodoviários terá 82 bafômetros - 30% deles concentrados nas rodovias que dão acesso ao litoral.

Os principais bloqueios com finalidade de flagrar motoristas embriagados serão montados nas vias que dão acesso ao Anhembi - no Sambódromo, na zona norte da cidade, e nas avenidas que receberão desfiles nos bairros, como a Interlagos, a Alvinópolis e a Escola Politécnica, além da Praça Santo Eduardo. As blitze serão realizadas até durante o dia. No dia 25, o foco deixará de ser os eventos e passará para os principais acessos da capital, para flagrar os motoristas que estejam chegando de viagem. A polícia não divulga os endereços.

No total, os policiais vão se revezar em 256 pontos de monitoramento, das 17 horas de amanhã até o meio-dia da Quarta-Feira de Cinzas. Até agora, as operações de rotina, realizadas sempre de quinta-feira a domingo, eram intercaladas entre 64 locais. Só os policiais do 34º Batalhão de Trânsito tinham treinamento para operar os bafômetros. Agora, praticamente todas as 116 companhias da PM contam com pelo menos um desses equipamentos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG