PM libera escala extra em horário de folga em SP

A Polícia Militar (PM) de São Paulo informou ontem que vai autorizar os policiais lotados na capital a fazer escalas extras em dias de folga de forma voluntária e, com isso, receber um bônus da Prefeitura. A medida passa a valer somente após a aprovação, na Câmara Municipal, de um projeto do prefeito Gilberto Kassab (DEM) que cria gratificações de até 100%, a serem pagas pelo Município - não sobre o salário bruto de oficiais mas sobre um salário-referência, de cerca de R$ 1.

Agência Estado |

800. O texto foi enviado à Câmara anteontem, como mostrou reportagem do Estado . A Prefeitura espera que o bônus acabe com os “bicos” feitos por policiais militares fora do horário de serviço para complementar o salário do policial, algo que é proibido por lei.

Segundo a PM, que anteontem não havia se manifestado, a gratificação poderá ser aplicada a todas as patentes, desde coronéis até cabos. No entanto, pelo texto de Kassab, até soldados poderão receber um reforço da Prefeitura, equivalente a até 70% do salário-referência - desde que atuem para a administração municipal. Procurada para comentar o assunto, a Secretaria da Segurança Pública, a quem a PM é subordinada, afirmou que apenas a corporação se pronunciaria sobre o projeto.

Para o vice-presidente da Associação de Cabos e Soldados do Estado de São Paulo, Antônio Carlos do Amaral Duca, a intenção do prefeito Gilberto Kassab de complementar o salário dos policiais é vista com “bons olhos”. “Para o policial que ganha um salário de miséria, tudo que vem contemplar é muito positivo”, avalia. No entanto, ao ser perguntado se os “bicos” estariam com os dias contados na capital, Duca respondeu que é cedo para saber. “Claro que dedicar horas extras na corporação é bem melhor para o PM. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG