A Polícia Militar realizou uma varredura num mangue localizado nos fundos da favela de Vigário Geral, na zona norte do Rio, à procura de oito corpos de traficantes que, de acordo com testemunhas, teriam sido mortos no intenso tiroteio que durou toda a noite de ontem. No entanto, nada foi encontrado até o momento.

De acordo com o comandante do Batalhão Ferroviário da PM, tenente coronel Eraldo Almeida, a possibilidade de haver mais corpos não está descartada.

"Isso acontece devido à dificuldade do terreno", afirmou o policial. Várias famílias estão deixando a comunidade, principalmente as pessoas idosas. Eles alegam estarem com medo e informam que vão passar os próximos dias na casa de parentes. Sete escolas que funcionam no interior da comunidade, sendo três delas creches, estão fechadas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.