A família de um policial militar de Salgueiro, no sertão de Pernambuco, foi mantida refém nesta madrugada para que o agente arrecadasse armas para a quadrilha. Segundo informações da Polícia Militar (PM), dois suspeitos chegaram à casa do capitão Marcos Vinicius Barros dos Santos, no bairro Nova Olinda, e sequestraram a mulher e a filha dele.

O grupo exigiu do oficial o resgate dos armamentos sob pena de matar a mulher e a menina.

Enquanto a família era mantida refém, o PM foi a batalhões de duas cidades vizinhas, como Terra Nova e Parnamirim, a fim de arrecadar as armas. De acordo com a corporação, ele alegava que iria fazer uma perícia nas armas para poder retirá-las. O policial foi liberado em Cabrobó, cidade localizada a cerca de 40 quilômetros de Salgueiro. Os familiares do oficial foram liberados sem ferimentos. Ainda não há informação de quantas armas foram levadas. Ninguém foi preso.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.