PM é morto após discussão em bar na zona leste de SP

O soldado das Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas (Rocam) Marcelo Marciano dos Santos foi assassinado na noite de ontem, durante uma discussão em um bar na região do Cangaíba, zona leste de São Paulo. O principal suspeito do crime é um investigador civil, de prenome Valdir.

Agência Estado |

A Corregedoria da Polícia Civil vai investigar o caso.

Segundo testemunhas, o soldado da PM estava no bar acompanhado por uma mulher. Eles assistiam ao jogo de futebol entre o Corinthians e o Internacional, quando o atirador entrou no bar e pediu uma cerveja. Santos foi até ele e os dois começaram a discutir e a trocar ofensas. Nesse momento, o suspeito sacou uma arma e disparou contra o peito do PM.

Santos, de 39 anos, foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) com uma parada cardiorrespiratória. Levado ao Pronto-Socorro de Ermelino Matarazzo, ele não resistiu e morreu. O atirador fugiu. Ainda conforme testemunhas, a vítima e o suspeito são vizinhos e moram próximo ao bar. Eles já teriam discutido dias atrás por um motivo ainda desconhecido.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG