PM e CET guincham 1 carro a cada 20 minutos em São Paulo

SÃO PAULO - Três meses depois de retomado o serviço de guinchamento com a contratação de 48 equipamentos terceirizados pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), São Paulo atingiu em outubro a marca de um veículo rebocado a cada 20 minutos. No mês passado, houve 2.226 resgates, ante 1.153 em agosto - aumento de 88,51%.

Agência Estado |

Dez veículos foram emprestados à Polícia Militar - hoje responsável por 68% dos guinchamentos na cidade, com total de 1.504 remoções nas blitze da lei seca e outras operações. O contrato da CET entrou em vigor em julho.

Os guinchos da CET rebocam veículos estacionados em locais proibidos. O número de apreensões cresce: em julho, a partir do dia 23, foram 96 remoções; em agosto, o número subiu para 383 veículos; em setembro, chegou a 594. Outubro terminou com 722 veículos levados aos pátios. Os PMs, além de verificar embriaguez, analisam documentos. Quando estão irregulares, o veículo é recolhido.

O serviço da CET estava defasado desde o fim de 2004. Nesse período, a companhia contava com 40 equipamentos, usados prioritariamente para remover veículos quebrados. Agora, há capacidade para recolher 5 mil carros por mês. Quando um carro é guinchado, um cavalete é colocado e o dono tem de ligar para o 156. Para retirar o carro, terá de pagar o guinchamento (R$ 353,80), a diária do pátio (R$ 27,20), além da multa pela infração. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Leia mais sobre: CET - trânsito

    Leia tudo sobre: cettransito

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG