PM é assassinado em mercado público de Maceió

O soldado da Policial Militar de Alagoas Josué Pedro da Várzea, de 43 anos, foi executado com cinco tiros na cabeça, na manhã de hoje, no Mercado Público Municipal, no bairro Levada, em Maceió. Segundo testemunhas, o PM seguia de moto para o curso de formação de cabos na Academia da Polícia Militar, quando foi abordado e atingido a tiros por dois homens de bicicleta, ainda não identificados.

Agência Estado |

A polícia investiga a possibilidade de acerto de contas, já que Josué trabalhava na região da Chã da Jaqueira, na periferia de Maceió, onde a polícia trava uma verdadeira "guerra" com os traficantes, no combate ao tráfico de drogas. No entanto, não está descartada a possibilidade do militar ter sido vítima de assalto.

A moto de propriedade de Josué foi levada para a Delegacia de Plantão (Deplan I), onde o homicídio foi registrou. O crime deve ser investigado pelo delegado Guilherme Melo, do 1º Distrito Policial.

O coronel Dorgival, comandante do 4º Batalhão, disse que, logo após o crime, reuniu-se com outros oficiais para discutir a condução das investigações da morte do soldado Josué, que tinha mais de 20 anos de PM. Dorgival declarou que o soldado tinha boa conduta e ficha limpa. "Ninguém tinha nada o que dizer contra ele aqui no batalhão", declarou o militar.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG