Um estudante ficou levemente ferido hoje em um tumulto iniciado após uma briga entre duas alunas na Escola Estadual Amadeu Amaral, no bairro Belenzinho, zona leste de São Paulo. A Polícia Militar (PM) foi acionada para controlar a situação.

Os estudantes atiraram carteiras no pátio e danificaram janelas. Segundo a PM, essa não foi a primeira vez que os professores chamaram os policiais para conter brigas e manifestações na mesma escola.

Em nota, a Secretaria Estadual da Educação esclareceu que a PM foi acionada porque os docentes não conseguiram controlar a situação e aguardaram a ação dos policiais na sala dos professores. As aulas foram suspensas. A secretaria informou ainda que a direção da escola deve identificar os alunos que participaram da depredação e acionar o Conselho de Escola, que reúne pais e educadores, indicando a expulsão e transferência dos envolvidos. Cabe ao conselho decidir a punição.

No comunicado, a secretaria afirmou que "lamenta qualquer agressão contra alunos e professores" e ressaltou que "a direção da escola tomou a atitude correta ao acionar a polícia para conter os alunos envolvidos no caso".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.