Em São Paulo, no primeiro dia de multas, 11 motoristas foram autuados por levar criança sem cadeirinha

selo

A Polícia Militar (PM) do Rio de Janeiro informou nesta quarta-feira que irá multar os carros que transportam crianças sem cadeirinha só a partir do dia 1º de outubro.

De acordo com a assessoria da corporação, a medida foi adotada devido à falta de exemplares do produto nas lojas. Até o dia primeiro do próximo mês, a PM irá somente instruir os motoristas que forem flagrados sem o equipamento.

No entanto a Guarda Municipal e a Polícia Rodoviária Federal afirmaram que não vão prorrogar o prazo para a aplicação das multas pela falta do uso da cadeirinha, que de acordo com o CONTRAN (Conselho Nacional de Trânsito), é obrigatório desde o dia 1° de setembro deste ano.

Segundo a lei, as crianças com até um ano só podem ser transportadas no chamado “bebê conforto”. Já as de um a quatro anos devem ir em cadeirinhas, e aquelas entre quatro e sete anos e meio devem usar o booster. A punição é de sete pontos na carteira mais multa de R$ 191,54..

São Paulo

Onze motoristas foram multados durante blitze realizadas nesta quarta-feira em São Paulo por transportarem crianças de forma inadequada. Eles foram multados em R$ 191,54 e levaram sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). De acordo com o Comando de Policiamento de Trânsito (CPTran), dos 165 veículos abordados, 115 transportavam crianças com menos de dez anos. A maioria, 104, estava de acordo com as novas regras para transporte de crianças.

Segundo a Resolução 277, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que passou a vigorar no dia 1º deste mês, crianças de até 1 ano de idade devem ser transportadas no chamado bebê conforto. As cadeirinhas são os dispositivos próprios para crianças de 1 a 4 anos e os boosters (assentos de elevação), para as de 4 a 7 anos e meio.

Durante a ação, feita das 11h às 12h30 e das 16h às 17h30, outras infrações foram constatadas. Cinco CNHs foram apreendidas, 56 multas foram aplicadas e 16 carros foram removidos por diversas irregularidades. Em parceria com a Secretaria do Verde e do Meio Ambiente, sete veículos foram autuados devido a falta de inspeção veicular. Segundo o CPTran, as fiscalizações serão intensivas até o fim da próxima semana.

* com informações da Agência Estado

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.