Policiais militares apreenderam ontem uma carga clandestina com 950 toras de palmito juçara durante um patrulhamento na estrada vicinal que liga Tapiraí a Pilar do Sul, na região de Sorocaba (SP). Washington dos Santos, de 33 anos, e Juarez Theodoro, de 25, que transportavam a carga, foram presos.

Cada palmito apreendido corresponde à derrubada de uma palmeira da espécie, típica da mata atlântica, e cujo corte só é permitido em projetos de manejo florestal aprovados pelos órgãos do meio ambiente.

De acordo com a PM, os detidos negaram-se a informar a procedência das toras, mas há a suspeita de que as palmeiras tenham sido cortadas no interior do Parque Estadual Carlos Botelho, que fica na região. Isso porque, nas matas do entorno, a árvore está quase extinta por causa da derrubada indiscriminada para a obtenção do palmito.

Santos e Theodoro foram levados para a Delegacia de Tapiraí, autuados por crime ambiental e liberados. Além de responderem a processo, eles terão de pagar multa a ser fixada pelo órgão de proteção dos recursos naturais. O palmito será analisado e, se estiver em condições de consumo, será distribuído a entidades assistenciais.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.