Plantas da construção do campo nazista de Auschwitz são achadas em Berlim

Vinte e oito plantas de construção originais do campo de extermínio nazista de Auschwitz foram achados num apartamento de Berlim, informou neste sábado o jornal Bild, ao repreoduzir cópia de alguns desses documentos.

AFP |

As plantas foram feitas numa escala de 1/100, datam de entre 1941 e 1943 e levam o carimbo da "Direção de Construção das Waffen-SS e da polícia".

Algumas das plantas têm a assinatura de antigos chefes das SS e em uma delas as iniciais de seu diretor, Heinrich Himmler.

Certos documentos reproduzidos no jornal mostram a construção de um simples "campo de prisioneiros de guerra" em Auschwitz (a 60 km da cidade polonesa de Cracóvia), no entanto, um deles representa claramente uma câmara de gás, denominada assim ("Gaskammer"), de 11,66x11,20 metros. Esse plano foi desenhado pelo "detento No. 127" em 8 de novembro de 1941.

Nessa data estavam sendo realizadas experiências com gás Zyklon B, a marca registrada de um insecticida à base de cianureto usado pelos nazistas no Holocausto.

Outra cópia mostra o plano da famosa entrada do campo de Birkenau, que fazia parte do conjunto de Auschwitz, onde tinham lugar os extermínios e à qual chegavam diretamente os trens carregados de vítimas judias.

Outra planta mostra o primeiro crematório, com quadrados que correspondiam aos futuros fornos.

Nos documentos aparece a denominação "L.Keller", de "Leichenkeller", que significa o "porão dos cadáveres", de uma extensão inicial prevista de oito metros e capacidade de ampliação.

Mais de um milhão de deportados morreram em Auschwitz, em sua grande maioria judeus.

ak/cll/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG