Pizzarias de São Paulo são campeãs de falta de higiene, segundo secretaria

SÃO PAULO - As pizzarias são os estabelecimentos que vendem comida industrializada com mais falta de higiene do Estado de São Paulo, segundo estudo da Secretaria de Estado da Saúde divulgado nesta sexta-feira.

Redação |

Acordo Ortográfico

Foram encontrados problemas relacionados à manipulação de alimentos em 31% das pizzarias visitadas por equipes de vigilância sanitária.

O segundo lugar ficou com as churrascarias, com 19% de reprovação. O quesito "higiene" avalia as condições de higiene e o estado de saúde dos funcionários, além das fases do pré-preparo e preparo dos alimentos, como seleção, higiene, congelamento, descongelamento e cozimento.

De acordo com a secretaria, também foram avaliadas as pastelarias, das quais 14% tiveram problemas relacionados à higiene, assim como 13% das padarias, 11% dos supermercados, 8% dos restaurantes e 6% das mercearias. Foram inspecionados 467 estabelecimentos comerciais em São Paulo entre os anos de 2005 e 2006.

Segundo a diretora do Centro de Vigilância Sanitária (CVS) da secretaria, Maria Cristina Megid, "os profissionais podem contaminar alimentos por estarem doentes, terem hábitos inadequados de higiene ou realizarem operações de manipulação que provoquem a contaminação dos produtos, expondo os consumidores ao risco de doenças, especialmente de diarréia".

Leia mais sobre: Vigilância Sanitária

    Leia tudo sobre: pizzapizzariasaúde

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG